Cuide dos meus cordeirinhos

O ato de cuidar não é tarefa muito fácil. Sempre que sou solicitado a cuidar de alguém ou de alguma coisa, fico muito apreensivo, porque é necessário muita responsabilidade para com a tarefa solicitada. Todos nós já tivemos a oportunidade de ser solicitado a cuidar de alguma coisa e falhar na tarefa a nós indicada ou exigida. Gostaria que você trouxesse a sua lembrança uma tarefa com a qual falhou no ato de cuidar. Para ficar fácil gostaria que de perguntar: Quem aqui atendeu a um pedido tal como esse: Cuide desse leite para não derramar e o leite derramou? Ou Não deixe o café ferver e acabou deixando o café ou o chá transbordar? Diante dessa ou dessas lembranças simples aonde falhamos, você agora está pronto para admitir falhas maiores com relação a seu cuidado com a família, seu cuidado com os filhos, seu cuidado com compromissos com Deus, enfim…, a preocupação de Jesus no texto em questão em orientar a Pedro para cuidar de seus cordeirinhos não era sem base.

O texto de evangelho relatado por João 21:15 o qual temos em mãos para análise nos informa que Jesus ordenou a Pedro que “Cuide dos meus cordeiros”. Porque Jesus ordenou a Pedro cuidar de seus cordeirinhos? É comum entre nós deixarmos as crianças para depois. O termo no grego (cuidar) βοσκω bosko traduzido literalmente é alimente os meus cordeirinhos. Como cumprir esse mandado de Jesus? Quantas vezes pensamos que por termos outras responsabilidades na igreja então estamos livres de nos preocuparmos com as crianças e isso não pode acontecer, Jesus também afirmou em Mc 10:14 “Deixai vir a mim as crianças, e não as impeçais, porque de tais é o reino de Deus”.

Esse apóstolo Pedro era um líder, contudo, ele devia alimentar os cordeiros de Jesus. Alimentar os cordeiros parece tarefa da ovelha (dar de mama) é isso ou não? Mas para Jesus era uma das tarefas do Apostolo, isto é, a primeira tarefa do servo do Senhor. Com isso então vemos a prioridade no serviço pastoral e no serviço de membresia de cada um de nós.

Quem são os cordeirinhos na linguagem de Jesus?

Literalmente são os filhotes da ovelha e pensando no sentido aplicativo e representativo se relaciona não apenas a crianças, os crentes novos, mas, também crentes inexperientes, Hb 5:13 “Ora, qualquer que se alimenta de leite é inexperiente na palavra da justiça, pois é criança”;

Sabendo disso que tipo de tratamento deve dar então aos novos convertidos? Que tipo de tratamento deve ter para com os crentes mais fracos na fé?

Conclamo a todos a pensarmos e tratarmos os que possuem menos conhecimentos e experiências, com o mesmo tratamento que devemos dar às crianças.

Cuidar, apascentar, alimentar, nutrir e pastorear é tarefa de todos nós para com as crianças, crentes novos e crentes com pouca experiência espiritual.

Quantos estão vivendo conosco ou até em nosso lar, por exemplo, que na sua visão tem menos capacidade de executar tarefas mais difíceis, ou quem sabe não consegue compreender assuntos mais complicados ou complexos? Esses merecem ter um tratamento diferenciado por parte de cada um de nós.

A razão de Jesus pedir três vezes a Pedro a declaração de amor e solicitar o cuidado para com os seus.

Perder a paciência, tratar como quem está pronto para o alimento sólido pode custar caro ou trazer enormes prejuízos a vida pessoal nossa ou da Igreja de Deus.

Jesus sabendo disso pediu por três vezes ao seu servo Pedro que tivesse todo carinho possível para com os cordeirinhos de seu reino. Isso não nos dá nunca o direito de tratar como queremos das ovelhas e sim conforme o dono delas nos ordenou.

No texto em questão temos três vezes Jesus falando com Pedro para dar um tratamento específico para com as suas ovelhas.

Na primeira fala de Jesus ele pede para alimentar, apascentar os cordeirinhos.

Na segunda fala de Jesus a ordem é ποιμαινω poimaino – apascentar, cuidar do rebanho, tomar conta das ovelhas reger, governar, prover pasto para alimentação, nutrir, cuidar do corpo de alguém, servir o corpo, suprir o necessário para as necessidades da alma, perceba irmão que o termo agora é bem mais abrangente.

Na terceira fala de Jesus reforça a ordem da segunda fala. Toma conta das minhas ovelhas.

Hoje então concluímos que a ordem de Jesus de cuidar de seus cordeirinhos está em pleno valor para todos nós, pois somos responsáveis pelo rebanho de nosso Senhor Jesus Cristo. Uns responsáveis para mais pessoas outros por menos, no entanto a cada um de nós é atribuída a tarefa de cuidar daqueles a quem o Senhor tem amor e pede declaração de amor.

Você pode fazer nesse momento uma declaração de amor  um cordeirinho de Jesus que está aqui neste aprisco?

Você está em condição de declarar amor pelo dono dos cordeirinhos? Cuide dos cordeirinhos!

Pr. Natanael Ribas
Superintendente Regional – RondoAcre